De malas feitas...

Pois é, chegou o dia.

As malas estão prontas e espero não me esquecer de nada importante. Cá vou eu, dar o salto para uma nova vida. A fazer figas e só com um pensamento... Tudo vai correr bem!

É assim que fecho a porta de uma etapa da minha vida e abro as asas no caminho de outra.

Vamos a isso, sem medos. Quem não arrisca nunca saberá!


26 de dezembro de 2011

Noite de Natal, dia de Natal, 2º dia de Natal, e...o Tuga!!

Pois é... aqui festeja-se o dia de Natal, 25 (1º kerstdag) e o dia 26 (2º kerstdag), em Portugal e em todos os países católicos, festeja-se a noite de 24 (para mim o mais importante do Natal), e por isso, este ano tive 3 dias de Natal. Comida, comida e mais comida, festas aqui, festas ali, família, amigos.... e agora estou mais para lá do que para cá. Vou acabar o dia a molengar no sofá, a ver um filmito e a apreciar o novo membro da família a saltitar pela casa.
Foi um Natal diferente, o dia de ontem e o de hoje foi normal... almoço na casa de um, jantar na casa de outro... a noite de 24, sim... tive muitas saudades de estar em casa, mas não posso dizer que foi mau... foi apenas diferente. Para a maioria dos holandeses, é uma noite como as outras, e eu tive de fazer uma forcinha para que fosse uma noite mais á portuguesa. Jantar em casa o belo bacalhau, fazer as trouxas com queijos, presuntos, chouriços, doces e ir para a casa de uns amigos para passar um serão mais animado. E de volta a casa por volta da 1h para abrir presentes, acender velinhas, ver um filme aconchegada na mantinha e mimar o Tuga (o melhor presente :D).

O dia 25 foi bem animado e bem á portuguesa, comida, comida e comida... musiquinha de natal, lareira, animação, etc... acabei por "fechar os olhinhos" já eram 4h da manhã. Hoje, com direito a pequeno almoço com tudo tudo, várias qualidades de pão, bolos, presunto, fiambre, queijos, ovos, fruta, compotas, sumos, leite, café, chá... possas... mas na casa do pai do Wie é sempre assim... vim de lá a rebolar. :D





Mas... o mais importante é mesmo apresentar-vos o novo membro da família. O Tuga!!! O orelhudo mais tuga da Holanda... ehehehehe e o presente mais fofo dos últimos tempos.
Pois cá está ele, todo contente a explorar a nova casa e a deixar "presentes" por toda a parte. Ainda está assustado, mas isso vai levar o seu tempo.
É um Lop Alemão, bege, orelhudo, fofinho e gordooooooooooo :D


video

22 de dezembro de 2011

Feliz Natal pimpolhos!!!

Esta vai dedicada aos meus pimpolhos mais lindos e aos afilhados traquinas...
Beijinhos da Té/Madinha :D
Feliz Natal!!!

20 de dezembro de 2011

Presente de Natal


"Sugestões de presente para o Natal: Para seu inimigo, perdão. Para um oponente, tolerância. Para um amigo, seu coração. Para um cliente, serviço. Para tudo, caridade. Para toda criança, um exemplo bom. Para você, respeito ". (Oren Arnold)


PRETTIGE KERST EN EEN GELUKKIG NIEUWJAAR!!!! 

(hoje deu-me para esta...)



19 de dezembro de 2011

Kerstmarkt in Leeuwarden

Domingo foi dia de mercado de Natal aqui na cidade. Já tinha visto alguns, nas minhas andanças por aí... mas este foi especialmente bonito. Talvez por ser uma cidade rodeada de quintas, produtores, agricultores, etc... As ruas estavam decoradas com pinheirinhos, e pequenas "lareiras de rua" :), não sei o nome correcto para estas salamandras de rua que nos dão a cor, o cheiro, o som e claro o quentinho que faz tanta falta nestes dias frios.
Havia musica em todos os cantos. Bandas, coros, pequenos grupos musicais... também animadores de rua, pequenos teatros e entre muitas outras coisas, um grande presépio vivo (com tantos tantos animais), outros a passearem pela rua com ovelhas, e o que eu achei mais engraçado, foi mesmo, um pastor de gansos, vestido a rigor, com os trajes de séculos anteriores, a passear com eles pelo meio da multidão. E tão disciplinados que eles eram. Um assobio para parar, um toque de cajado para andar... todos juntinhos... que giroooo! Amei!!!
O passeio pelo mercado foi mesmo só para apreciar... comprinhas... só uma pequena prendinha para a oma (avó), pois aqui não há a tradição da troca de presentes no Natal.
Foi mesmo muito agradável, apesar dos apenas 2graus... :D








16 de dezembro de 2011

KerstKaart (postal de Natal)

Olá amiguinhos,
Venho aqui só para vos deixar com mais uma pequena curiosidade...
Pois bem, um destes dias deparei-me com um amontoado de cartas no chão, perto da porta. Fiquei... uaaaauuuuu... eu tenho correio todos os dias, é verdade, mas desta vez era mesmo um monte.
Bem, comecei por fazer a secção, do que é publicidade, contas, extractos, etc... e depois... as restantes, particulares. Com o remetente, da familia X, destinatário, familia Y. hmmm???
Ok, como não eram destinadas unicamente a mim, esperei que o Wie chegasse para as abrir.
Nesse mesmo dia, quando o Wie chega a casa, vem com uma caixa na mão... "O que é isso?"
"Os postais de Natal!" Hã????
Pois é, aqui ainda há o costume de enviar postais de Boas Festas a todos os amigos, familiares, colegas, clientes, etc...
Achei engraçado, visto que desde o uso diário do telemóvel e do email, esta tradição tão engraçada, foi esquecida.
Pois aqui, tradição é tradição, e está para durar!
:D




13 de dezembro de 2011

Maassluis, Delft e Roterdão II

O domingo foi destinado á grande cidade de Roterdão.
Começámos por explorar a parte velha da cidade, Delfshaven (onde as bombas não chegaram) e ainda se mantém como nos "old days". Com as suas casinhas tipicas e decoradas e ruas pequeninas.
É nesta zona que se encontra a casa e o museu de Piet Hein.

Piet Hein foi um brilhante almirante e oficial naval holandês, durante a guerra dos 80 anos. Entre outras, tomou a Armada Espanhola de Prata e chegou á Baia de Matanzas.
Rumou ao Brasil, e capturou (por pouco tempo...eheheheh) a colônia portuguesa em Salvador, conduzindo pessoalmente o assalto á fortaleza da cidade.
Atacou Luanda, mas não conseguiu capturar a cidade (eheheheheh). Em uma posterior invasão em 1627 para reconquistar a Bahia, ele falhou, mas capturou mais de trinta navios portugueses, com uma grande carga de açucar (ora bolas :S).
Hein é hoje frequentemente denominado um pirata (porque ele era um), mais foi um relativamente bem sucedido comandante militar.
É nesta zona que podemos encontrar a PelgrimVadersKerk (a Igreja dos pais peregrinos, traduzindo á letra).

A história da Igreja dos Padres Velho ou Pilgrim 'vai para trás até 1472, quando a Igreja Católica Romana de Santo Antônio foi consagrada. Em 1608, um grupo de religiosos ingleses fugiram para a Holanda. Tinham deixado a Igreja Anglicana, alguns anos antes e  fundado sua própria comunidade religiosa.
Depois de 11 anos, tornaram-se peregrinos e foram para a América, onde puderam adorar a Deus em sua própria maneira e ainda ser ingleses, num navio que os esperava nesta zona da cidade. Daqui partiram em paz para a peregrinação na América. Dizem que se  ajoelharam em oração no cais perto da igreja, a que mais tarde seria dado o seu nome. 



Vista sobre o canal, Uma casinha com uma vaca  a decorar o topo, e o Museu Piet Hein
                                                                                            



 Depois de uma caminha pelas ruas antigas, uma espreitadela no posto de turismo, onde pudemos ver fotos do pós bombardeamento (impressionante)... rumámos a dita Roterdão!


Devido á devastadora destruição da cidade durante a 2 guerra mundial, muito pouco sobrou da antiga cidade. Podemos encontrar 4 ou 5 edifícios que resistiram e pouco mais.
Muitos são os monumentos alusivos á guerra, alguns com pequenos destroços do edifício existente.
A reconstrução de Roterdão foi um "dar largas á imaginação" de muitos arquitectos nacionais e internacionais. Com carta branca, os arquitectos concorreram a concursos para a construção dos mais variados, modernos e muitas das vezes, estranhos, edifícios.
Roterdão, é assim a cidade mais modernizada e industrial da Holanda.
Não vos consigo dizer se gosto ou não. Consigo dizer que não gostaria de viver lá, mas que sabe bem passear pelas ruas de vez em quando. Dá a sensação de que estamos noutro país, bem distante deste feito de canais, casas de tijolo, flores, etc.
Este dia de domingo, trouxe-me ainda, memórias do Algarve, com um almoço de chocos guisados, o belo pão, a azeitona.... Roterdão está cheia de portugueses (devido ao muito trabalho na industria e no porto), por isso não é muito difícil encontrar um restaurante, café, tasquinha portuguesa, assim como ouvir a nossa língua a deambular pelas ruas, cheias de lojas e animação cultural.

     Casas cúbicas (engraçadas no seu interior) , Café Lisboa com a Catedral sem telhado, ao fundo e o almocinho :)
                              

A Casa Branca (um sobrevivente),  a zona comercial (gigante)  e a Câmara Municipal (Gemmente)

                                                   

Mais uma vez.... A REPETIR!!!! (ficou tanto por ver...)





Maassluis, Delft e Roterdão I

Este fim de semana foi tempo de passeio e de rever amigos (ou a minha família nas holandas).
Soube tão bem... uma lufada de ar fresco! Depois de tanto stress com a casa, trabalho, a aproximação do Natal, que vou passar por cá, e me deixa um bocadinho triste... meses sem ter tempo para passear e explorar outras cidades sem andar a olhar para o relógio... e quando isto acontece em boa companhia, ainda sabe melhor!
Obrigada X e R, pela hospitalidade, a informação turística, o tempo gasto comigo, a boa comidinha... etc etc

Bem, começo por uma aventura de 2.30min de comboio... pela primeira vez andei de inter-cidades na Holanda. Não é muito diferente de Portugal. Quentinho e razoavelmente confortável. Em Portugal, já temos uns mais modernos, com acesso á Internet e etc... estes não têm esses luxos, mas por outro lado, a viagem (da parte em que não estava no mundo dos sonhos), é bonita... entre canais, campos, pequenas localidades e grandes cidades. Uma das coisas boas, é que há um ecrã que nos vai dizendo onde estamos, para onde vamos e a que horas chegamos. O que é óptimo para quem não consegue perceber muito bem o que o Sr. vai dizendo. Não apenas pela língua, mas também pelo som rouco das colunas... é uma mistura difícil de compreender para quem não tem o domínio total do holandês.
A meio do caminho, aparece uma Sra. a fazer lembrar os cinemas antigos, com uma parafernália de coisas boas... café, chá, chocolate quente, leite com chocolate, bolachinhas... é no mínimo engraçado.

A minha primeira paragem foi em Roterdão. O comboio passa mesmo ao lado do Zoo. É giro para os viajantes, que podem ver alguns animais, mas sinceramente, acho muito triste os animais estarem constantemente a ouvir o barulho dos comboios.
A estação é enorme... e como não sabia qual a plataforma dos comboios para Maassluis, tive de descer, ir á zona principal, procurar o ecrã com a informação, e tentar perceber onde me dirigir... plataforma 11b... ?!?!?! Parece coisa á Harry Potter...:D
Bem... lá fui eu, a passo largo, 5min para a partida e a plataforma ainda fica longe.
Quando cheguei, já lá estava o sr comboio... 15min de viagem até próxima paragem... Maassluis!!!
Ainda estava eu no quentinho do comboio, e já tinha avistado a X e o R á minha espera.
Aiiii que bom!!! Que saudades, que lufada de ar...hmmmm e falar português, português e mais português :)

Cheguei na hora de almoço, demos uma voltinha por Maassluis, no centro, porto, os canais... é uma terra típica e simpática, sem grande confusão. Gostei! Tendo em conta que está tão próxima de grandes cidades, acho um sitio bem bonito para a minha amiga X viver. Se por um lado tem a calmaria e o típico da Holanda,  por outro está a poucos minutos da agitação cosmopolita.
O almocinho foi preparado pelo R... sopinha à  portuguesa, confeccionada por mãos holandesas... devo dizer que soube a comida da mamã :) mnhã mnhã

Aqui está a imagem do Furie, o rebocador mais importante da Holanda, e da Gemmente de Massluis.


O dia continuou por um passeio em Delft. ADOREI!!!
Aconselho a todos uma visita a esta cidade.
Centro dos mais antigos do país, já aparecendo mencionado em 1062, Delft foi palco, em 1584, do assassinato do stathouder Guilherme I o Taciturno, por um fanático católico.
Cidade berço de Vermeer (O segundo pintor neerlandês mais famoso do século XVII nasceu e viveu toda a sua vida nesta cidade), cidade da faiança típica (Porcelana típica azul e de outras cores de inspirações italianas e orientais. A porcelana 100% pintada à mão é sempre acompanhada de um certificado com o número da peça, e como devem calcular... com um preço cheio de números). Cheia de pequenos canais, com casas sobre a água, com uma grande praça central cheia de esplanadas, com 2 grandes igrejas muito antigas, na Oudkerk, estão sepultados membros da realeza holandesa e o pintor Vermeer e na  Nieuw Kerk, está o belo mausoléu de Taciturno, antiga igreja de Santa Úrsula, hoje transformada em templo protestante, onde se ergueu também o túmulo de Hugo Grotius.

Oud Delft e a sua Oud Kerk

As casas sobre a água e um lindo atelier/escola de pintura (acho as portas sobre a água o máximo)

 Museu Vermeer  (com a "Menina do brinco de pérola" em destaque) e a Nieuw Kerk
                                                  

Adoro a Janneke :) e a mega soca na praça central rodeada de lojas de souvenirs.

Musica a animar o Kerk Market e uma vista sobre o canal com a Oud Kerk ao fundo.

Foi um dia muito bem passado!!! Com uma jantarada Gourmet, e uma saídinha pelos pubs de Maassluis.
Definitivamente, a repetir muito em breve! :)

7 de dezembro de 2011

O Natal está a chegar...

O Natal está a chegar, em biquinhos de pés" á casa NederTuga :)
Não foi fácil conjugar tradições diferentes... mas já está quase tudo pronto.
1º tive de esperar pelo Sinterklaas, só depois tive "permissão" para decorar a casa...
2º todas as coisinhas fofinhas que juntei ao longo dos tempos, a minha árvore branquinha linda (e simétrica), as bolinhas em tons laranja e roxo, as estrelinhas, os flocos de neve, o meu pai natal design, o meu presépio design, redondinho e lindo..... pois tudo isto e muito mais ficou em terras lusas... :(
Tive de correr lojas de decoração, lojas de jardinagem, e etc para tentar decorar esta casinha sem gastar um dinheirão.
Ok, o pinheirinho foi comprado numa loja de jardinagem, e não, não pensem que eu sou "pouco verde" e que não penso nos milhares de pinheiros, etc etc... foi comprado pequenino e com raiz... depois das festas, vai decorar o pequeno jardim em frente da casa. :) Tudo pensado!
As decorações são flores que posso aplicar em acessórios, passarinhos de vidro (que combinam bem com as decorações que ficaram por Portugal), bolinhas e uma mega fita de chiffon que posso usar em inúmeras situações.
O mini presépio foi uma prendinha antiga e abençoada que já fazia parte da decoração, foi só conjugado com uma velinha (que já tinha) e bolinhas coloridas.
E assim se decora uma casa com pouco dinheiro e que combina tradições. Ora pensem... pinheiro nórdico, flores (Holanda?!?!), passarinhos (universal), presépio (Portugal?!?!).... com jeitinho, amor, dedicação e etc, tudo se faz!
E assim... fica só a faltar um adereço na porta (em processo construtivo) e um pai natal fofinho a lembrar o meu cantinho e os meus pimpolhos.
Em biquinhos dos pés... ele vem...

:D
Feliz entrada na época natalícia.


4 de dezembro de 2011

Sinterklaas

Ontem festejámos o Sinterklaas. :D

(O dia certo é a 5 de Dezembro, mas como aqui não é feriado, normalmente festeja-se no sábado mais próximo.)
Foi o meu primeiro Sinterklaas de verdade, aqui por terras holandesas. E a única coisa que faltou á festa, foi mesmo a neve. De restou houve de tudo. Doces típicos e tradicionais, como o pepernoten, banketstaaf (um bolo folhado, normalmente em forma de S, recheado com pasta de amendoa...hmmmmm), entre outras guloseimas. :D

A comida que se serviu á mesa, também foi típica e tradicional. Como as gehaktballen (uma espécie de almondegas), sperziebonen (o feijão verde redondinho), puré de batata, carne estufada, queijos e muitas outras mais iguarias...


Mnahmmmmmmiiiii :D
"Eet smakelijk"
 (coma deliciosamente).


Entretanto, entre comida, vinho, sumos, licores, café, chás e etc... batem na janela com muita força... todos correm para a sala, abrem-se as portas e lá está o saco dos presentes que o dito senhor deixou para nós! :D
É tão engraçado ver os mais pequenotes, é assim qualquer coisa como esperar o Pai Natal descer pela chaminé...
Mas... se não forem meninos bem comportados, o Sint, pode por-vos num saco e levar-vos para fazer Pepernoten, ou então, em vez de presente, recebem o saco de sal. :S
Mas nós fomos todos muito bem comportados, e todos tivemos direito a prendinhas.
E eu não me posso queixar, o meu sapatinho estava recheado.
Foi um óptimo 1º Sinterklaas... livros, pantufas, perfumes, cremes, cachecol, coisinhas para a casa, mantinha, chocolates (em forma de letra, o típico desta altura), etc
Um dos meus presentes (o cachecol) vinha com um poema do Sint e do Piet ;), o que é mesmo mesmo muito típico por aqui... e o presenteado tem de ler o poema.
Já estão a imaginar o filme, não estão? Não foi uma desgraça, mas foi no mínimo, engraçado.
O poema:
" Patricia uit het mooie Portugal,
kwam naar Nederland heel gauw,
om bij Wieger te zijn,
want dat vindt ze heel fijn,
hopen dat je gauw wat went,
nu je in dit koude kikkerlandje bent,
lets warms is misschien wel nodig.
Dan is dit niet overbodig"

eheheheheh




Bom hein??? :D
Muito contente :)

Aqui fica uma das musicas que se ouviu e cantou a noite passada... (eu tentei... sério...ahahaha)
É com letra... podem sempre tentar ;)

http://youtu.be/APH7qsApbkY


Experimentem, não custa nada e ainda se vão fartar de rir! :D


Gelukkige dag van Sinterklaas!!!

Tot ziens...